terça-feira, 26 de maio de 2009

Bestiario em Buenos Aires



continuando...


Depois de um quilmes e da larga caminhada eu chego no centro cultural Recoleta. Encontro uma gang de dibujantes montando as exposicoes. Bem nao era bem uma gang, estava mais para um trio...Luciano, Caroline, Mathias. Todos super gente boa! Eu com o meu portunhol ate frances falei porque a charla era dividida em duas linguas: espanhol e frances. O que e interessante de ver aqui sobre as pessoas vinculadas com os quadrinhos e que a movida rompe barreiras das linguas e a distancia fisica e da arte convencional. O que vi nos originais sao distintas formas de romper a tradicao do contar.
Antes de eu vir para o Festival, pensei que tudo aqui seria um centro formal de atividades, mas nao passou isso, somos todos aqui informais, mas compromissados em mostrar a natureza autoral dos quadrinhos. Entre os novos amigos que eu fazia na sala de producao (um espaco muito bacana, pena eu nao ter fotografado) havia muitos originais com novas linguagens graficas, outras formas de pensar e fazer quadrinhos, livros e algumas revistas, e quilmes!

Um comentário:

Rodrigo Martinez disse...

Muy interesnate

Bienvenidos a Buenos Aires..